Livros do Matthew Quick [Perdão, Leonard Peacock e O Lado Bom da Vida]


18 janeiro 2014

Faz tempo que não faço resenhas de livro no blog, né? Pois hoje vim trazer dois bem legais pra vocês, ambos do incrível Matthew Quick e publicados pela Intrínseca aqui no Brasil. Estes são, por enquanto, as únicas obras já lançadas do autor, mas espero que ele não pare por aí. Acreditem, as capas maravilhosas desses dois livros não são as únicas qualidades a se mostrar, o conteúdo é ainda melhor!
O Lado Bom da Vida vai nos contar a história, em primeira pessoa, do Pat Peoples. Ele é um professor de história na casa dos 30 anos que acabou sendo internado em uma casa de repouso para pessoas com problemas mentais, o problema do protagonista é a bipolaridade. O livro começa com a mãe indo buscar o Pat para levá-lo de volta pra casa. E aí a história começa. Vamos descobrindo aos poucos, que ele era casado com a Nikki, mas ela aparentemente o abandonou quando as coisas começaram a ficar feias. Mas o Pat não aceita tal rompimento, e na mente inocente dele, os dois estão apenas dando um tempo. Ele sai da clinica com uma ideia fixa na cabeça: Vai se tornar uma pessoa melhor e ver o lado bom de todas as coisas, para agradar sua esposa e fazer com que ela volte pra ele o mais rápido possível.

O Patrick (Pat) mora com os pais. O pai dele é viciado em futebol americano e torce com todas as suas forças para o time Eagles, o humor dele depende do placar do jogo. A mãe é uma mulher doce e sensível que está fazendo de tudo para que o filho se adapte novamente ao lar. Vamos acompanhando essa adaptação do Pat e sua nova vida fora da reabilitação. Ele se mostra viciado em exercícios físicos e malha praticamente todos os dias. E o Pat tem também um segredo, sempre que se sente irritado, ele murmura uma única nota e conta até 10. Legal né? Em dado momento o melhor amigo de infância o convida para jantar. Lá ele conhece a Tiffany, uma mulher que perdeu o marido e também já esteve em uma clinica para pessoas loucas por motivos de: Ela era viciada em sexo.

A Tiffany é muito adorável e aos poucos ela e o Pat se tornam amigos. Até que acontece um concurso de dança para pessoas que tem ou já tiveram problemas mentais. Eles se inscrevem por uma razão específica: A Tiffany propõe ao Patrick que, caso ele aceite ser o parceiro de dança dela, ela enviará cartas de amor para a Nikki. E é claro que ele aceita. 

A narrativa  muito envolvente e nem um pouco cansativa. O fato do futebol aparecer em muitos momentos da história não me incomodou em nada. Além de ser muito divertido e engraçado, o livro nos faz pensar que todos temos um lado louco dentro de nós e não tem nada de mais usá-lo um pouquinho. Também nos leva a pensar sobre o que realmente importa na vida, e que nunca é tarde para recomeçar. Amo demais e super recomendo que vocês leiam!

Se O Lado Bom da Vida foi assim tão maravilhoso, Perdão, Leonard Peacock conseguiu ser ainda melhor. Esse livro vai mostrar as primeiras 24 horas do Leonard Peaock durante seu aniversário (só o próprio sabe disso), "hoje" também é o dia em que ele irá matar seu ex melhor amigo, o Asheer, e depois se suicidar usando uma P-38 nazista, que pertenceu ao avô. Eu sei, WTF? Mas conforme a história vai seguindo, vamos descobrindo as razões para tal comportamento.

Antes de realizar o ato, ele precisa entregar 4 presentes para 4 pessoas importantes na vida dele, que o ajudaram a permanecer vivo até hoje, por tanto ele não quer que elas se sintam culpadas pelo o que irá acontecer. Por tanto, Leonard toma o café da manhã, corta seu cabelo desjeitosamente e vai entregar os tais presentes. As pessoas escolhidas são: Um garoto estrangeiro que toca violino, o professor de holocausto da escola, uma garota religiosa que ele conheceu no metrô e o velho Walt, o único e melhor amigo dele, com quem costuma assistir filmes clássicos quase todos os dias.

Aos poucos, vamos conhecendo mais do Leonard. Ele tem uma mãe estilista, a Linda, que é completamente alheia, só se preocupa com o trabalho e não dá a mínima para o filho. Ela é o tipo de pessoa detestável, que você sente vontade de esganar ou coisa assim. O Peacock tem um hábito rotineiro. Ele geralmente se veste de adulto e vai para o metrô, observando todos aqueles adultos infelizes. Então, seleciona o que aparenta estar mais triste e o segue até o ambiente de trabalho, falando mentalmente para que este desista dessa infelicidade, faça algo de útil para o mundo e coisas do tipo. E ninguém nunca o ouviu, os adultos continuam totalmente alienados ao dinheiro e já nem sabem porque fazem isso.

O livro é um pouco forte e eu confesso que chorei demais no final. É realmente para se pensar e repensar as questões cotidianas da vida. Quando descobrimos o grande clímax, é uma surpresa nem um pouco previsível. A razão para que o Leonard quer assassinar o Asheer e em seguida se matar é totalmente aceitável. Por mais horrível que pareça. 

E como expressar meu amor por esse livro? Sério, uma das melhores leituras que fiz em 2013! Apenas leia.

Em O Lado Bom da Vida, Matthew Quick fala sobre pessoas com problemas mentais de um jeito nem um pouco maçante ou chato, pelo contrário. A bipolaridade do Pat e o antigo comportamento meio ninfomaníaco da Tiffany são tratados quase como normais. E o livro nos leva a crer que todos são seres humanos e merecem uma chance.

Já no Perdão, Leonard Peacock, o autor nos mostra problemas que atormentam a maioria dos adolescentes. Bullying, anti-socialismo... Não quero dar nenhum spoiler, mas não são apenas simples probleminhas de primeiro mundo, esse comportamento geralmente tem um porque e podem afetar a vida de um jovem de maneira horrível. Por isso é importante que este tenha apoio moral e amigos que o ajudem.

A contracapa de Perdão, Leonard Peacock é a coisa mais linda do mundo! A frase ta até no cabeçalho do blog, só que na escrita original.

Já leram algum livro desse autor? Gostaram das resenhas? Comentem!

13 comentários:

  1. Acredita que eu nunca ouvi falar nesse autor hahahaha, -plantinha desinformada-! :)
    Um ótimo final de semana para você! :*

    · blog: www.todebatom.com
    · instagram: @gibertolini
    · facebook: www.facebook.com.br/todebatom

    ResponderExcluir
  2. Nossa, ótimo blog e ótimo post!! Parabéns!! Ah, adorei as resenhas e até me interessei pelos livros, que aparentam ser ótimos, já que estou no finalzinho do meu (O Morro dos Ventos Uivantes, clássico da literatura inglesa).. Enfim, ótimo blog mesmo, estou seguindo e ficaria super feliz se você retribuisse no meu blog também! Obrigada e sucesso! :)

    ResponderExcluir
  3. Nossa, você me deixou curiosa pra ler estes livros, principalmente o do Leonard. O Lado Bom da Vid já assisti o filme, que me deixou curiosa pelo livro.

    Beijinhos,
    posrealidade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhuma obra do Matthew Quick, mas estou com O Lado Bom Da Vida aqui na minha estante e estou quase me remoendo pra ler, não leio por falta de tempo :/
    Pelo jeito esse autor é ótimo, Perdão me parece ser um ótimo livro também, porém minha meta por enquanto é OLBDV (abreviei ;3)!
    Achei sua resenha muito bem feita, a história é contada direitinho, e esses comentários foram mega importantes, espero que esses livros sejam realmente bons!

    ResponderExcluir
  5. Uma colega minha que gosta de livros também acabou lendo "O Lado Bom da Vida" e não me recomendou. Disse ser um livro estranho, e que até mesmo filme não chega a ser bom. Eu comecei a assistir ele mais estranhei e acabei parando, quanto ao livro, as pessoas falam bem dele, só que ainda não tenho tanta curiosidade assim pra procurar ir ler ele.

    ResponderExcluir
  6. Eu já estou com os dois na wishlist faz um tempo. Parecem maravilhosos, e eu li várias resenhas que só me deram mais vontade ainda, inclusive a sua hahaha. E achei uns preços bem em conta pela internet, vou comprar mas infelizmente prometi a mim mesma que só vou comprar novos livros quando eu terminar de ler todos os que eu tenho já ahhaha, então vai demorar um pouquinho

    beijos
    sim senhorita (clique aqui ou no perfil)

    ResponderExcluir
  7. Plum, que talento pra fazer resenha/resumo de um livro sem dar spoiler -' Estou lendo O lado bom da vida, e esse livro é apaixonante, o fato de muitas vezes o assunto sobre futebol aparecer, também não me incomodou, além disso acho muito engraçado. Já assisti o filme de O lado bom da vida, e é engraçado, mas transmite a mesma história do livro, o que é bem raro.
    Enfim, meu blog está comendo agora, se gostar segue lá, irá me ajudar muito ! Estou seguindo já.
    http://senta.la/yf3d

    ResponderExcluir
  8. eu super amo , o livro o lado bom da vida,tenho que assistir o filme <3
    seguindo o blog,segue de volta?
    http://rresenhando-nuvens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler O Lado Bom da Vida, vi o filme e adorei <3

    Beijos,
    www.meianoiteequinze.com.br

    ResponderExcluir
  10. o lado bom da vida eu já conhecia, mas nunca li..
    o outro não! as capas são bem bonitas né?
    o conteúdo pelo que vc escreveu, parece ser bom tbm..
    se eu não tivesse cheia de livro p ler kk eu pegava mais esses ahuushdusf
    beijos da Lari <3
    http://www.callmelari.com

    ResponderExcluir
  11. Eu não assisti o filme do o lado bom da vida nem li nenhum dos livros.Este ano uma das minhas metas é ler mais e estou pensando em coloca-los na minha lista.

    Beijos

    blogdagi1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li nenhum deles, mas parecem bons livros. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  13. Eu tinha colocado os dois na minha lista de desejados, mas uma amiga minha leu e disse que não era tão bom. Porém, O lado bom da vida, que era o que eu menos me interessei, acabei vendo o filme e achei bem legal. Agora lendo sua resenha vou da uma chance ao autor com certeza ;)

    Plum, obrigada pelo recado no post de 3 anos do blog, e também obrigada por acompanhar desde então. Eu lembro de você e seu blog também desde que cheguei aqui xD

    Bjs,
    http://www.spaziodm.com.br/

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão respondidos. Obrigada e volte sempre! ✌ ♥